Vamos todos ajudar!

Os Alunos e Servidores do Colégio Militar (CM) têm vindo a recolher “tampinhas” de plástico com o objetivo de reciclar e ser solidário. 

As “tampinhas”, provenientes de várias embalagens plásticas, quando entregues a empresas de reciclagem, permitem obter fundos para aquisição de equipamentos ortopédicos, em apoio a pessoas com necessidades especiais. 

A última campanha permitiu adquirir cadeiras de rodas para a Associação de Paralisia Cerebral. 

Este ano, correspondendo ao apelo público feito pelos pais do Rui Mário (uma criança que, devido a problemas ocorridos no parto, sofre de paralisia cerebral e necessita de fisioterapia especializada – no Facebook: A Jornada do Rui Mário, Facebook), as “tampinhas” ser-lhe-ão entregues. 

No próximo ano letivo, para além das de plástico, propomo-nos recolher “tampinhas” de metal e de cortiça. Contamos consigo para continuarmos a ser solidários! 

 

Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. 

                                 (Madre Teresa de Calcutá) 

print