,

Concurso “Conta-nos uma história”

Não perca os Podcasts desenvolvidos pelos alunos do 4ºano, sob a orientação das PTT: Carla Firmino (4ºA); Rita Limão (4ºB); Tânia Jordão (4ºC), do prof. de TIC, Pedro Carvalheira e do prof. de Música, Nuno Francisco, no âmbito do concurso “Conta-nos uma história”, lançado pela Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas (ERTE), do Ministério da Educação.

4ºA – Áudio: “Uma viagem no Espaço…”

4ºB – Vídeo: “De que cor é um beijinho?”

4ºC – Áudio: “Guiguinho”

4ºC – Vídeo: “Futebarrota”

Em virtude de uma parceria estabelecida com o professor de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) Pedro Carvalheira, a turma do 4ºC aliou-se ao projeto “Conta-nos uma História”, lançado pelo Ministério da Educação, através da plataforma da Direção Geral de Educação. O tema por nós escolhido, resultante de um pequeno debate acerca do que gostaríamos de fazer, bem como do objetivo que pretendíamos alcançar com esta participação, acabou por se alicerçar em conteúdos de História de Portugal, associados à área curricular de Português, uma vez que esta iniciativa mantém uma parceria com a Rede Geral de Bibliotecas Escolares, bem como com o Plano Nacional de Leitura. Desta forma, trabalhámos a Batalha de Aljubarrota suportada, não na tática do quadrado, mas numa tática futebolística (tática do losango), recuando no tempo e enquadrando com um ídolo dos tempos atuais, dando cor e movimento e ainda, alguns traços de humor, a todo o trabalho desenvolvido.

            A turma do 4º C foi agraciada com um 2º Lugar, a nível nacional, na categoria de vídeo, o que nos deixou deveras satisfeitos por mais um contributo positivo para o 1º ciclo do Colégio Militar.

O grupo gostaria ainda de agradecer ao professor Nuno Francisco e à professora Manuela Silva, pelo seu precioso auxílio com as gravações áudio, bem como com os adereços disponibilizados para o efeito.

Este projeto foi mais uma forma que a turma encontrou de se motivar a fazer algo diferente, participando em iniciativas que nos permitem trabalhar conteúdos, também de uma forma lúdica.

Importa salientar que todo o trabalho desenvolvido é fruto de um enorme sentido de dever e de contributo, que ensina os alunos a saber estar, ser e fazer, para que agora possam seguir em frente, mais capazes e mais confiantes.