Colegio Militar

As Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), de acordo com a Portaria nº 644-A/2015. D.R. nº 164, 3º Suplemento, Série II de 24 de agosto de 2015, em conjugação com o Ofício-Circular/DGE/2016/3210, são atividades de caráter facultativo, muito embora o Projeto Educativo do CM entenda como constituindo uma parte fundamental na formação integral dos alunos. A natureza das AEC é eminentemente lúdica, formativa e cultural. Elas incidem, nomeadamente, nos domínios desportivo, artístico, científico e tecnológico, de ligação da escola com o meio, de solidariedade e voluntariado e da dimensão europeia da educação.
O CM coloca à disposição dos seus alunos, para além da Língua Inglesa, a Expressão Físico-Motora, a Esgrima (3º e 4º ano), a Expressão Plástica, a Equitação (3º e 4º ano), a Expressão Dramática, ITIC (3º e 4º ano), Expressão Musical e EMRC.
OBJETIVOS GERAIS
1. Expressão Físico-Motora
No 1º e 2º ano:
• Elevar o nível funcional das capacidades condicionais e coordenativas;
• Resistência geral;
• Velocidade de reação simples e complexa de execução de ações motoras básicas e de deslocamento;
• Flexibilidade;
• Controlo de postura;
• Equilíbrio dinâmico em situações de “voo”, de aceleração e de apoio instável e/ou limitado;
• Controlo da orientação espacial;
• Ritmo;
• Agilidade;
• Cooperar nos jogos e exercícios, compreendendo e aplicando as regras, com cordialidade e respeito para com os outros;
• Participar, com empenho, na melhoria das suas habilidades e capacidades;
• Participar em jogos ajustando a iniciativa própria e as qualidades motoras na/à realidade das regras e do jogo.
CONTEÚDOS: Motricidade global, jogos, adaptação ao meio aquático.
 
No 3º e 4º ano:
• Elevar o nível funcional das capacidades condicionais e coordenativas;
• Resistência geral;
• Velocidade de reação simples e complexa de execução de ações motoras básicas e de deslocamento;
• Flexibilidade;
• Controlo de postura;
• Equilíbrio dinâmico em situações de “voo”, de aceleração e de apoio instável e/ou limitado;
• Controlo da orientação espacial;
• Ritmo;
• Agilidade;
• Cooperar nos jogos e exercícios, compreendendo e aplicando as regras, com cordialidade e respeito para com os outros;
• Participar, com empenho, na melhoria das suas habilidades e capacidades;
• Participar em jogos ajustando a iniciativa própria e as qualidades motoras na/à realidade das regras e do jogo.
CONTEÚDOS: Ginástica, jogos pré-desportivos, natação.

2. Esgrima
• Iniciar o contacto com a modalidade, onde se irá desenvolver o equilíbrio, a coordenação oculo-manual, a coordenação membros superiores/inferiores e a precisão, através de situações de jogo.
• Desenvolver os aspetos psicossociais, como o autocontrolo, a autoconfiança, a concentração e o respeito pelas regras.

3. Expressão Plástica
• Compreender as técnicas;
• Dominar as técnicas;
• Produzir trabalhos com criatividade, utilizando diversas formas de expressão;
• Realizar trabalhos individuais, de par e em grupo;
• Efetuar observação direta informal e formativa.

4. Equitação
• Iniciar uma relação de confiança entre solípedes e os alunos;
• Adaptar os alunos aos movimentos e reações do cavalo;
• Promover a “Flexibilidade”, o “Equilíbrio”, o “À-vontade” e a “Ligação ao movimento”.

5. Inglês
• Sensibilizar para a diversidade linguística e cultural;
• Promover o desenvolvimento da consciência da identidade linguística e cultural através do confronto com a língua estrangeira e a(s) cultura(s) por ela(s) veiculada(s);
• Fomentar uma relação positiva com a aprendizagem da língua;
• Fazer apreciar a língua enquanto veículo de interpretação e comunicação do/com o mundo que nos rodeia;
• Promover a educação para a comunicação, motivando para valores como o respeito pelo outro, a ajuda mútua, a solidariedade e a cidadania;
• Contribuir para o desenvolvimento equilibrado de capacidades cognitivas e socioafetivas, culturais e psicomotoras da criança;
• Proporcionar experiências de aprendizagem significativas, diversificadas, integradoras e socializadoras;
• Favorecer atitudes de autoconfiança e de empenhamento;
• Estimular a capacidade de concentração e de memorização;
• Promover o desenvolvimento de estratégias de aprendizagem,
• Promover e desenvolver conteúdos recorrendo a recursos e estratégias diversificadas de forma a obter um projeto final;
• Fomentar outras aprendizagens;
• Desenvolver uma competência global de comunicação integradora do uso de várias linguagens;
• Permitir uma dinâmica interativa ao nível do agir e do comunicar;
• Utilizar a língua inglesa em contextos lúdicos.
Os alunos treinam a compreensão do que ouvem, retêm a informação, reconhecem o vocabulário lecionado, produzem textos orais, descriminam e imitam sons em realizações linguísticas consideradas pertinentes, desenvolvem a capacidade de concentração e memorização, interagem de forma dinâmica em atividades propostas.

6. ITIC
Esta disciplina pretende ser uma introdução às novas tecnologias, nomeadamente na área da informática. Através desta os alunos podem descobrir novas formas de comunicar, de se expressar e interagir entre si.
Sob a orientação do professor, os alunos exploram:
• Software de escrita ( Notes Mobile), escrevendo pequenos textos;
• Software de pintura (Artrage), exprimindo através do desenho a sua criatividade;
• Software de imagem (Lab Camera e Media Camera), obtendo fotografias, elaborando pequenos vídeos ou manipulando imagens (fotos ou vídeos);
Os alunos desenvolvem a autonomia, a atitude e a destreza na utilização dos programas disponibilizados.

7. Expressão Musical
I. A VOZ - Instrumento primordial, é, na criança, um modo natural de se expressar e comunicar, marcado pela vivência familiar e pela cultura.

Aprender e entoar canções, rimas e lengalengas.

II. O CORPO - Sentir, no corpo em movimento, o som e a música é uma forma privilegiada e natural de expressar e comunicar o que se ouve.

Acompanhar canções com gestos e percussão corporal;
Movimentar-se livremente a partir de: sons vocais e instrumentais;
Participar em coreografias elementares inventando e reproduzindo gestos e movimentos.

III. OS INSTRUMENTOS MUSICAIS - As qualidades sonoras de materiais e objetos são ponto de partida para jogos de exploração em que a criança seleciona, experimenta e utiliza os sons.

Experimentar as potencialidades sonoras de materiais e objetos;
Construir instrumentos musicais elementares seguindo indicações ordenadas de construção;
Aprender a utilizar instrumentos musicais variados: maracas, clavas, jogo de sinos, tambores, pandeiretas e flauta (esta última no 3º e 4º ano).

IV. AUDIÇÃO - Aprender a escutar, dar nome ao que se ouve, relacionar e organizar sons, são capacidades essenciais à formação musical da criança.

Identificar e reconhecer sons através de jogos de escuta;
Identificar timbres, ritmos, melodias e intensidades variadas;
Audição e visualização de vídeos com música de estilos variados.

V. REPRESENTAÇÃO DO SOM - A representação gráfica do som faz parte de um percurso que se inicia pelo registo do gesto livre, ganhando gradualmente concisão e poder comunicativo.

Identificar e utilizar gradualmente os símbolos de leitura e escrita musical.

VI. EXPRESSÃO E CRIAÇÃO MUSICAL
Participar em projetos que façam apelo às suas capacidades expressivas e criativas;
Participar na comemoração de festas e dias especiais do calendário.

8. Expressão Dramática

I. O INDIVÍDUO E O GRUPO

Saber estar no grupo.
Saber escutar o outro.
Saber interagir com o grupo.

II. O CORPO EM MOVIMENTO

Mobilidade e postura corporal.
Espontaneidade e controlo corporal.
Deslocação no espaço.
Formas, matérias e movimentos contrastantes.

III. O CORPO ENQUANTO EMISSOR SONORO

Respiração torácica e abdominal.
Dicção - articulação das sílabas, palavras e frases.
Entoação.
Projeção de voz.
Expressão e comunicação verbal de sensações, sentimentos/emoções e ações.

IV. O JOGO SIMBÓLICO

Recriação simbólica do quotidiano.
Construção de histórias.

V. O JOGO DE IMITAÇÃO

Imitação/reprodução por observação, em espelho ou em sombra.

VI. O JOGO DE MÍMICA

Expressão e comunicação não-verbal de sensações, sentimentos/emoções e ações.

VII. O JOGO DRAMÁTICO

Construção de diálogos e pequenas histórias.
Leitura, narração e recriação de contos ou histórias tradicionais.
Dramatização de histórias dadas ou recriadas.
Os conteúdos apresentados não são passíveis de uma separação por período, pelo que serão introduzidos e desenvolvidos nos momentos que se revelarem mais oportunos para os grupos, podendo ser trabalhados mais do que um item numa aula.


9. Educação Moral e Religiosa Católica

1º Ano

UL1 : Ter um Coração Bondoso
UL2 : Jesus Nasceu
UL3: Crescer em Família
UL4: Cuidar da Natureza

2º Ano

UL1: Ser Amigo
UL2: A Mãe de Jesus
UL3. A Páscoa dos cristãos
UL4: Deus é Amor

3º Ano

UL1: A Dignidade das Crianças
UL2: Ser Solidário
UL3: Diálogo com Deus
UL4: A Igreja

4º Ano

UL1: Ser Verdadeiro
UL2: Crescer na Diversidade
UL3: O Perdão
UL4: A Bíblia

9. Educação Moral e Religiosa Católica

Domínios Metas
Religião e experiência da vida e da história religiosa    
A- Compreender o que são o fenómeno religioso e a experiência religiosa
B- Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa

Cultura cristã, catolicismo e visão cristã da vida    C-    Identificar o núcleo central do cristianismo  e do catolicismo
D- Conhecer a mensagem e culturas bíblicas
E- Identificar os valores evangélicos
F- Descobrir a simbologia cristã
G- Estabelecer um diálogo entre a cultura e a fé
Ética e moral, situações vitais da pessoa humana… e do cuidado do outro
H- Reconhecer a proposta do agir ético do cristão em quotidiano
I- Promover o bem comum
J- Amadurecer o fundamento religioso da moral cristã
K- Identificar o fundamento religioso da moral cristã
L- Reconhecer. Á luz da mensagem cristã, a dignidade


Eventos

Accessibility